RESTAURANTE MARCO

Francesinhas, muitas. E outras coisas também. Admito que não sou o mais fervoroso adepto de francesinhas. Como de vez em quando, especialmente quando vou ao Porto (onde cada pessoa tem a sua preferida, e onde há conhecedores a sério), já provei aquelas que para muitos são as melhores – da Taberna Belga, em Braga (leiam … Ler mais

RESTAURANTE OS GRELHADOS

Viva a vida de bairro!!! Quem nos acompanha há mais tempo sabe que temos um ritual que acontece uma vez por mês: um jantar com a grupeta do #adorotascas … numa tasca, claro! É organizado à vez, e a ideia é ir conhecer sítios que não conhecemos, tascas daquelas à antiga, onde queremos é conversar, … Ler mais

OFÍCIO – TASCO ATÍPICO

Atípico sim. Mas tasco nem por isso… O Ofício já não é o que era. Sim, é verdade, ainda que isto só faça sentido para quem conhecia o “velho” Ofício, um pouco mais abaixo na mesma rua, quando tinha uma ementa quase inteiramente dedicada aos cortes de carne (com destaque para o chambão). Nessa altura … Ler mais

TABERNA A LARANJINHA (Covilhã)

Petiscos na Covilhã! Sair de Lisboa por uns dias implica quase sempre experimentar restaurantes novos, e muitas vezes em zonas do País que não conhecemos assim tão bem. Alguns já temos como referência, outros vamos recebendo em forma de sugestões dos nossos seguidores, e felizmente temos tido quase sempre boas surpresas. Mas a verdade é … Ler mais

MUSA DA BICA

Muita cerveja… e petiscos do caraças! Nos dois anos anteriores à pandemia (que nos colocou em suspenso durante mais do que um ano inteiro), começaram a aparecer em Lisboa um conjunto de espaços que não conseguíamos encaixar facilmente no espectro do “restaurante”. E no meio dessa leva de espaços, alguns dos mais curiosos estavam relacionados … Ler mais

TABERNA SAL GROSSO

A MELHOR de todas as tabernas de Lisboa! “Olá boa noite e sejam muito bem-vindos à Taberna Sal Grosso! Espero que gostem e, se não gostarem digam-me que eu trato disso! E atenção que isto é uma taberna, não é nada muito chique ou sofisticado! Aqui somos todos amigos e por isso fazemos o que … Ler mais

PÁTEO DO PETISCO

Petiscos iguais aos outros, mas o preço compensa! O que mais me irritou na vaga de tascas modernas e casas de petiscos que atravessámos há uns 6 ou 7 anos atrás foi a questão da criatividade: ou seja, não havia muita diferença de restaurante para restaurante, os petiscos eram basicamente sempre os mesmos. Quantas maneiras … Ler mais

O FRADE

Pouco genuíno… e muito caro. Bom, é importante fazer uma nota prévia sobre a nossa “relação” com O Frade. Isto porque aquilo que vão ler de seguida não é completamente positivo, e pelos vistos não se pode não gostar deste restaurante. O buzz em torno do espaço nos últimos anos e especialmente o mediatismo do … Ler mais